A Editora Manifesto S/A

A empresa foi fundada em novembro de 1997 como coroamento de uma campanha de arrecadação de fundos para levar adiante o projeto “Oficina de Informações”, um processo iniciado em fevereiro daquele ano em Belo Horizonte.

O projeto “Oficina de Informações” foi financiado inicialmente por mais de 1.000 pessoas, que se cotizaram para levantar recursos para sua viabilização. De início, o OdI era restrito à publicação diária de uma lista dos fatos considerados mais relevantes (baseada na leitura de jornais e sites nacionais e estrangeiros), além de comentários produzidos por nossa equipe de jornalistas.

Em dezembro de 1997, a equipe ligada ao projeto, por meio do Instituto Gutenberg, publicou Manifesto, revista que teve uma única edição e que trazia uma grande reportagem – “O muro americano” – feita pelo jornalista Carlos Alberto Azevedo, que percorreu a fronteira EUA-México durante cerca de duas semanas para relatar o drama das populações que vivem em torno da divisa entre os dois países. Em maio do ano seguinte, a reportagem foi republicada pela revista Caros Amigos com imagens de Sebastião Salgado.

A partir de agosto de 1999, com a Editora Manifesto já constituída, foi incorporado o braço impresso do projeto, com o lançamento da revista mensal Reportagem. Tanto a versão on-line do OdI quanto a revista impressa se mantiveram até meados de 2005, quando foram descontinuados.

Em julho daquele ano, a Editora Manifesto lançou a série de fascículos Retrato do Brasil (1985-2006), em 12 edições mensais, reedição de obra com título semelhante, publicada entre 1984 e 1985 em 43 fascículos semanais, posteriormente publicada como livro em quatro volumes.

Em setembro de 2006, encerrada a série de fascículos, a Editora Manifesto lançou a revista mensal Retrato do Brasil, que circulou até janeiro de 2016.

Outras publicações da Editora Manifesto

  • As contas do Brasil são da sua conta
    Dez artigos, escritos entre 1972 e 2014, que ajudam a entender a dependência financeira e as crises do nosso País
    2018
    Raimundo Rodrigues Pereira (organizador)
    Álvaro Caropreso
    Lia Imanishi Rodrigues
    Marcos Gomes
    Marcos Helano Fernandes Montenegro
    Sérgio Miranda
  • O impeachment de Dilma
    A história do golpe parlamentar que derrubou a presidente da República
    2016
    Investigação de Raimundo Rodrigues Pereira com a participação da repórter Lia Imanishi e do coletivo “O Processo”
    Um documento indispensável para se compreender também o papel da chamada “grande mídia” no acompanhamento da crise política em torno do processo de impeachment.
  • Jornal Movimento – uma reportagem
    Carlos Azevedo, Marina Amaral e Natália Viana
    2011
    348 páginas
    Uma história do semanário de propriedade coletiva que lutou contra a ditadura, venceu a censura após três anos de resistência obstinada, defendeu a anistia e a Assembleia Constituinte, esteve presente na cobertura das lutas populares, das greves operárias, da reorganização dos partidos e do nascimento do Partido dos Trabalhadores. Movimento foi tribuna permanente dos grandes debates políticos que agitaram o País nos anos 1970 e 1980.
  • O escândalo Daniel Dantas – duas investigações
    Raimundo Rodrigues Pereira
    2010
    328 páginas
    A política, a economia, o jornalismo e o trabalho da polícia no mais famoso escândalo financeiro do País.
  • A outra tese do mensalão
    Antônio Carlos Queiroz, Lia Imanishi Rodrigues e Raimundo Rodrigues Pereira
    2012
    164 páginas
    A grande mídia conservadora pressiona o STF a desrespeitar os autos e ir além dos delitos realmente praticados no chamado mensalão: procura impor a tese de que foi a compra de votos o que ocorreu – o “maior crime da história da República” e do qual não há uma única prova nos autos –, e não o delito do caixa dois, mais do que provado e confessado pelos réus.
  • Água para o agreste
    Reportagem de Fred Jordão (fotos) e Raimundo Rodrigues Pereira
    2010
    128 páginas
    Para entender a adutora do nordeste e ver de perto a luta por água no agreste pernambucano. Acompanha encarte com mapa da região banhada pelo rio São Francisco no Nordeste Setentrional.