FATOS RELEVANTES PUBLICADOS EM 25/10/2018

BRASIL/POLÍTICA

Em transmissão ao vivo pelo Facebook, Bolsonaro pede que os deputados federais eleitos pelo PSL se engajem mais na sua campanha

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, pediu, por meio de transmissão ao vivo em sua página oficial do Facebook, que os 52 deputados federais eleitos por seu partido, se mobilizem na reta final do segundo turno

  • no vídeo (clique aqui) Bolsonaro afirma que o engajamento dos parlamentares “está sendo muito fraco” e citou como exemplo o cenário eleitoral no estado de São Paulo, em que aliados bolsonaristas estão divididos entre os candidatos a governador Márcio França (PSB) e João Doria (PSDB)
  • o candidato do PSL afirmou que “falta trabalhar com seriedade” e que o “o que está em jogo é a cadeira presidencial”
  • o pronunciamento ocorreu um dia após a divulgação de pesquisa eleitoral do Ibope, apontou o crescimento de quatro pontos percentuais de Fernando Haddad, candidato do PT à Presidência, na capital paulista, o que o colocou à frente de Bolsonaro (51% a 49%)
  • no vídeo, Bolsonaro também afirmou que “está havendo um certo atrito sobre se funde ou não o Ministério da Agricultura com o do Meio Ambiente” e que está “pronto para negociar”
  • imagem acima de gazetaonline.com.br

 

Em São Paulo, Haddad afirma que Bolsonaro não defende a democracia e que Mano Brown tem razão quando critica o PT por se desconectar do povo

Durante discurso pronunciado em ato de campanha realizado em São Paulo (SP), o candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, afirmou que seu adversário, Jair Bolsonaro (PSL), “não defende a República, não defende a democracia, não defende o povo”

  • “Este país é muito melhor que você [Bolsonaro]. Numa democracia não se criminaliza quem luta por seus direitos. Quem ousar desafiar a democracia terá que responder perante a Justiça”, disse o petista
  • Haddad afirmou que, na capital paulista, ele já ultrapassou o candidato do PSL (segundo o Ibope, Haddad tem 51% da preferência do eleitorado, ante 49% de Bolsonaro)
  • sobre o discurso do artista Mano Brown, pronunciado no dia anterior, durante ato realizado na cidade do Rio de Janeiro (RJ), quando criticou a incapacidade do PT de se conectar com o povo, Haddad disse que o rapper “falou uma coisa que é uma pura verdade […] a gente tem que se reconectar com as pessoas, tem que se reconectar com a periferia”
  • carta firmada pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, divulgada pelo PT (clique aqui) afirma que o País se encontra “diante da ameaça de um enorme retrocesso” e que “é o momento de unir o povo, os democratas, todos e todas em torno da candidatura de Fernando Haddad, para retomar o projeto de desenvolvimento com inclusão social e defender a opção do Brasil pela democracia”
  • “Neste momento em que uma ameaça fascista paira sobre o Brasil, quero chamar todos e todas que defendem a democracia a se juntar ao nosso povo mais sofrido, aos trabalhadores da cidade e do campo, à sociedade civil organizada, para defender o estado democrático de direito”, afirma Lula no texto
  • imagem acima de El Pais

 

Jarbas Vasconcelos, senador eleito pelo MDB pernambucano, e Alberto Goldman, da direção nacional do PSDB, declaram apoio a Haddad

O senador eleito Jarbas Vasconcelos (MDB-PE) declarou que apoia a candidatura de Fernando Haddad (PT) à Presidência da República no segundo turno

  • de acordo com o diário Valor Econômico, a assessoria de imprensa de Vasconcelos informou que ele não comparecerá a ato de campanha de Haddad, programado para Recife (PE), porque está no interior, visitando prefeitos que apoiaram sua eleição
  • o ex-presidente nacional do PSDB e integrante da Executiva Nacional do partido, Alberto Goldman, também anunciou que votará em Haddad
  • imagem acima de Portal Vermelho

 

Defesa de Bolsonaro pede arquivamento de ação sobre disparos de mensagens em massa pelo WhatsApp

A defesa do candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, pediu o arquivamento da ação aberta no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelo PT para apurar suspeitas de que empresas compraram pacotes de disparos, em larga escala, de mensagens no WhatsApp contra o partido e a campanha de seu candidato, Fernando Haddad

  • de acordo com o diário O Estado de S.Paulo, a apuração foi aberta pelo ministro Jorge Mussi, corregedor-geral da Justiça Eleitoral, fundamentada em matéria publicada pelo diário Folha de S.Paulo
  • segundo O Estado, para a defesa de Bolsonaro, a tese que sustenta a ação é baseada numa “única matéria (que sequer consta dos autos), de um único jornal, não corroborada por nenhum outro veículo, nem embasada em quaisquer outros meios comprobatórios”
  • de acordo com os advogados, a coligação de Haddad busca criar “fato político inverídico e, a partir daí, produzir celeuma midiática”
  • Mussi rejeitou pedido do PT para realização de busca e apreensão de documentos na sede da empresa Havan, que teria comprado o serviço de disparo em massa de mensagens contra o partido, e negou determinar que o WhatsApp aja para suspender o “disparo em massa de mensagens ofensivas” a Haddad e aos partidos da coligação
  • imagem acima de UOL Tecnologia

 

PF abre inquérito sobre vídeo no qual coronel da reserva ameaça a presidente do TSE

A Polícia Federal (PF) instaurou inquérito para investigar vídeo divulgado no YouTube no qual o coronel da reserva do Exército Carlos Alves refere-se à presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, como “salafrária e corrupta”, além de criticar e fazer ameaças a outros ministros do Supremo Tribunal Federal (STF)

  • de acordo com a Agência Brasil, a abertura do inquérito foi confirmada pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, e, além da investigação sobre o coronel, foram abertos mais três inquéritos para apurar ameaças a Rosa Weber
  • os ministros da Segunda Turma do STF aprovaram ofício para que Alves seja investigado, a ser encaminhado à Procuradoria-Geral da República (PGR), que se adiantou e solicitou a abertura do inquérito pela PF
  • em resposta ao vídeo, na abertura da sessão da Segunda Turma, o ministro Celso de Mello, prestou solidariedade a Rosa Weber e aos ministros Ricardo Lewandowski, Dias Toffoli e Luiz Fux, que também foram citados
  • ele afirmou que seus pares foram alvo de “ataques imundos e sórdidos”
  • imagem acima de Sul 21

 

BRASIL/ECONOMIA

Dólar sobe para R$ 3,74 e Ibovespa cai 2,62%

A cotação do dólar comercial para venda fechou o dia com alta de 1,24% para R$ 3,7422

  • o Índice Bovespa (Ibovespa), que mede o desempenho de ações na B3, a principal bolsa de valores brasileira, encerrou o pregão aos 83.063 pontos, 2,62% abaixo do patamar do dia antecedente
  • imagem acima de O Globo

 

Arrecadação das Receitas Federais cresceu 0,26% em setembro; no ano, a alta chegou a 6,21%

A Secretaria da Receita Federal (SRF) divulgou (clique aqui) a arrecadação total das Receitas Federais, referente ao mês passado, que atingiu 110,66 bilhões de reais, 0,26%, em termos reais, acima da auferida em setembro de 2017

  • nos primeiros nove meses deste ano, o resultado acumulado chegou a 1,06 trilhão de reais, 6,21% a mais, em termos reais, que o de igual intervalo de 2017
  • imagem acima de IG Economia

 

MUNDO/POLÍTICA

FBI anuncia abertura de investigação para apurar quem remeteu pacotes com explosivos a lideranças do Partido Democrata

O Federal Bureau of Investigation (FBI, órgão equivalente à polícia federal dos EUA) abriu investigação para apurar a origem do envio de pacotes contendo dispositivos explosivos, os quais foram interceptados por autoridades americanas nas cidades de Nova York e Washington

  • as correspondências tinham como destinatários lideranças do Partido Democrata, entre as quais o ex-presidente Barack Obama e a ex-secretária de Estado Hillary Clinton, e o investidor George Soros
  • um dos pacotes foi endereçado também à rede de TV CNN
  • segundo artigo publicado pelo diário Valor Econômico, inicialmente, o presidente Donald Trump conclamou os americanos a passarem a mensagem de que esses incidentes não serão tolerados
  • mais tarde, durante comício no estado de Wisconsin, Trump criticou a mídia que, segundo ele “tem a responsabilidade” de barrar a hostilidade entre opositores políticos
  • em nota, o FBI afirmou que pacotes semelhantes podem ter sido enviados a outros locais e que trabalhará “para identificar e prender quem quer que seja responsável” pelas remessas
  • imagem acima de El País

 

Trump admite que responsabilidade por assassinato de jornalista pode chegar ao príncipe herdeiro da Arábia Saudita

O presidente dos EUA, Donald Trump, declarou ao diário americano The Wall Street Journal que a responsabilidade pela morte do jornalista saudita Jamal Khashoggi, ocorrida no consulado da Arábia Saudita em Istambul (Turquia), pode chegar a níveis mais altos do governo saudita

  • “O príncipe [herdeiro, Mohamed bin Salman] está administrando as coisas por lá. Então, se fosse qualquer pessoa [responsável], seria ele”, disse o presidente americano
  • durante conferência de negócios realizada na capital saudita, Riad, em sua primeira declaração pública sobre o episódio, Bin Salman disse tratar-se de um “incidente hediondo que não pode ser justificado”
  • o herdeiro da Coroa saudita afirmou também que conversou por telefone com o presidente turco, Recep Erdogan, pois “muitos estão tentando explorar o caso Khashoggi para criar um antagonismo entre Arábia Saudita e Turquia, mas eles não terão sucesso”
  • imagem acima de O Globo

 

MUNDO/CONDIÇÕES DE VIDA

Presidente da Apple afirma que coleta de informações pessoais feita por empresas “é vigilância”

O presidente da Apple, Tim Cook, criticou, durante discurso pronunciado na 40ª Conferência Internacional de Proteção de Dados e Comissários da Privacidade (ICDPPC, na sigla em inglês), realizada em Bruxelas (Bélgica), empresas de tecnologia pela forma como estão usando dados pessoais para obter lucro

  • “Deveríamos estar muito desconfortáveis com essa pilha de dados pessoais que servem para enriquecer as companhias que os coletam”, afirmou
  • sem citar nomes de empresas, Cook disse: “Nossas próprias informações, do dia a dia às profundamente pessoais, estão sendo usadas contra nós como uma arma de eficiência militar”
  • o dirigente da Apple disse que esses dados estão sendo cuidadosamente angariados, sintetizados, trocados e vendidos, o que “é vigilância”
  • imagem acima de Inc.com

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *