FATOS RELEVANTES PUBLICADOS EM 13/09/2018

BRASIL/POLÍTICA

TSE formaliza registro de Haddad no lugar de Lula e abre prazo para impugnações

A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Rosa Weber, publicou o edital em que formaliza a substituição do registro de candidatura à Presidência da República de Luiz Inácio Lula da Silva por Fernando Haddad pela coligação “O Povo Feliz de Novo”

  • no despacho, Rosa também abriu prazo de cinco dias para que se questione o registro de candidatura de Haddad
  • imagem acima de Veja

 

Bolsonaro passa por nova cirurgia e TSE concede direito de reposta do candidato do PSL em propaganda de Alckmin

Segundo o Hospital Albert Einstein, o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) foi submetido a nova cirurgia no final da noite da última terça-feira

  • de acordo com comunicado do hospital, o procedimento durou cerca de 1 hora e foi bem-sucedido
  • Bolsonaro, que se encontra internado no hospital desde a última sexta-feira, após sofrer atentado durante ato de sua campanha, foi levado para o mesmo leito onde estava antes da cirurgia e voltou a ter o protocolo de cuidados de UTI
  • o ministro Luis Felipe Salomão, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), concedeu direito de resposta a Bolsonaro na propaganda de rádio de Geraldo Alckmin, candidato à Presidência pelo PSDB
  • segundo a coligação de Bolsonaro, houve montagem da campanha do PSDB ao reproduzir entrevista concedida por ele ao “Jornal Nacional”, da TV Globo, sobre a chamada PEC das Domésticas
  • na propaganda, a campanha de Alckmin reproduz um trecho da resposta de Bolsonaro, no qual o candidato do PSL afirmou ter sido o único deputado a votar contra a proposta, que deu mais direitos a empregados domésticos, porém, não mostra o restante da resposta, quando Bolsonaro explica os motivos que o levaram a votar contra a PEC
  • imagem acima de GaúchaZH

 

Ciro critica PT, PSDB, Bolsonaro e o comandante do Exército

Durante sabatina promovida por O Globo, Valor e Época, realizada no Rio de Janeiro (RJ), o candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes (imagem acima, de epoca.globo.com), criticou os concorrentes Fernando Haddad (PT) e Jair Bolsonaro (PSL)

  • segundo Gomes, quando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi condenado em segunda instância, ele foi “cercado por praticamente 48 horas” por seus emissários, como a ex-presidente Dilma Rousseff e o senador Roberto Requião (MDB-PR) para ser o vice da chapa petista
  • “Agradeci a honra mas disse que isso não era forma de se construir uma liderança. O Brasil não precisa de presidente por procuração, por mais respeitável que seja o outorgante. O Brasil não aguenta outra Dilma”, disse o pedetista
  • segundo ele, Haddad também seria um “presidente por procuração”, não por demérito, mas porque “não conhece o Brasil”
  • “Basta o PT voltar ao poder que essa crise vai se eternizar, porque basicamente PT e PSDB construíram isso. O espasmo mais doído e mais ameaçador é o Bolsonaro, que surgiu a partir daí”, avaliou Gomes
  • referindo-se às declarações do comandante do Exército, general Villas Bôas, de que o próximo presidente pode não ter legitimidade para governar, Gomes afirmou que em seu governo ele estaria demitido e “provavelmente pegaria uma cana”, pois “está fazendo isso para tentar calar a voz das cadelas no cio que estão debaixo dele, se animando com essa barulheira aí […] cadela no cio é o lado fascista da sociedade brasileira”
  • após participar da sabatina, Gomes realizou caminhada no centro do Rio, quando afirmou que Paulo Guedes, assessor econômico de Bolsonaro, defende a entrega da Petrobras ao capital estrangeiro e que “o desmonte [da estatal] começará agravando o problema do Rio”
  • segundo o pedetista, se eventualmente eleito, a prioridade de seu governo será reindustrializar o Brasil

 

Corregedoria do Ministério Público instaura procedimento disciplinar contra procuradores que moveram ações contra Alckmin e Haddad

O corregedor nacional do Ministério Público, Orlando Moreira, instaurou reclamação disciplinar contra Wilson Tafner, Marcelo Mendroni e Ricardo Castro, promotores do Ministério Público de São Paulo, em atendimento a memorando do conselheiro Luiz Fernando Bandeira de Mello, integrante do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP)

  • Mello (que ocupa vaga no CNMP destinada ao Senado) pediu à Corregedoria Nacional, na última terça-feira, que apurasse a “regularidade da instrução de feitos que possam ter impacto nas eleições de 2018”, referindo-se a ações propostas contra os candidatos à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) e Fernando Haddad (PT) e às operações Piloto e Radiopatrulha, levaram à prisão de Beto Richa (PSDB), candidato ao Senado pelo estado do Paraná
  • a medida determinada por Moreira é um procedimento investigatório preliminar e caberá a ele analisar os fatos para verificar se há fundamentos que justifiquem levar o caso ao plenário
  • Mello declarou ao diário O Estado de S.Paulo que, no pedido, fez questão de não entrar no mérito de nenhuma das ações e que seu interesse é apenas que se verifiquem o cronograma e os atos preparatórios das investigações, pois “os fatos que teriam sido praticados” ocorreram “há quatro, cinco, seis anos”
  • “Todos culminam na mesma semana? Algo está estranho. Pode ser que, por uma casualidade, pode ter ocorrido essa coincidência. Mas, se o Conselho não fizer uma mínima apuração, pode dar fundamento a insinuações maldosas”, disse Mello
  • imagem acima de UOL Notícias

 

BRASIL/ECONOMIA

Órgão do Senado avalia que investimento da União previsto para o ano que vem pode ser o menor em 14 anos

Segundo o portal de notícias G1, a edição de setembro do Relatório de Acompanhamento Fiscal (RAF) da Instituição Fiscal Independente (IFI), órgão do Senado Federal, informa que o investimento da União, previsto para o ano que vem, de 27 bilhões de reais, é o menor em 14 anos

  • de acordo com o relatório, nos primeiros oito meses deste ano os gastos com investimentos federais foram de 23 bilhões de reais (o limite autorizado para o ano é de 31 bilhões)
  • “Do ponto de vista da execução, levando em conta os dados realizados até agosto, é possível que, neste ano, os investimentos tenham leve crescimento em relação a 2017. Ainda assim, o valor deve se manter em patamar historicamente baixo, cerca de 50% da média alcançada entre 2010 e 2014”, avalia o IFI
  • imagem acima de GGN

 

Valor das operações de fusão e aquisição cresceu mais de 50% no primeiro semestre

De acordo com artigo publicado na edição desta quinta-feira do diário Valor Econômico, dados da Associação Brasileira das Entidades dos Mercados Financeiro e de Capitais (Anbima) indicam que, no primeiro semestre deste ano, operações de fusões e aquisições movimentaram 84 bilhões de reais, o maior volume desde 2010 para o período

  • nos primeiros seis meses de 2017 essas operações somaram 54,3 bilhões de reais
  • neste ano, a operação de maior valor foi a da compra da Fibria pela Suzano por 47,7 bilhões de reais
  • de acordo com a Anbima, 69,7% do valor das fusões e aquisições realizadas no primeiro semestre (58,6 bilhões de reais) referem-se a operações realizadas entre empresas brasileiras, enquanto a aquisição de companhias brasileiras por estrangeiras representou 22,8% do total (19,2 bilhões)
  • imagem acima de CRN-Bio

 

Estudo da CNI aponta crescimento das importações no consumo nacional

Estudo divulgado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), realizado em parceria com a Fundação Centro de Estudos de Comércio Exterior (Funcex), avalia quem no período entre julho de 2017 e junho último a participação das exportações na produção industrial não cresceu e que a das importações continua aumentando

  • segundo artigo publicado na edição desta quinta-feira do diário Valor Econômico, a CNI avalia que a participação das exportações no valor da produção industrial ficou estável em 15,7% a preços constantes, enquanto a das importações passou de 17,1% para 17,5%
  • de acordo com o Valor, “os coeficientes de exportação da maioria dos setores da indústria de transformação apresentaram redução ou estabilidade num prazo de 12 meses, até junho deste ano”
  • as maiores reduções ocorreram nos setores de metalurgia, veículos automotores, alimentos e farmacoquímicos e farmacêuticos, enquanto, segundo a CNI, “o coeficiente de exportação do setor de máquinas e equipamentos mantém trajetória de crescimento desde 2015”
  • de acordo com a entidade, “apenas 2 dos 23 setores da indústria de transformação registraram queda do coeficiente de penetração de importações”
  • imagem acima de O Blumenauense

 

MUNDO/POLÍTICA

Governo dos EUA anuncia medida contra interferência estrangeira nas eleições

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, John Bolton (imagem acima, de Sputnik Brasil), anunciou, durante teleconferência com jornalistas, que o presidente Donald Trump assinou ordem executiva para aplicar punições a qualquer interferência estrangeira nas eleições legislativas americanas de meio de mandato, marcadas para novembro próximo

  • a ordem presidencial permitirá aos setores de inteligência avaliar se algum indivíduo, entidade ou país estrangeiro interferiu na eleição
  • depois de avaliadas, as informações coletadas serão enviadas aos Departamentos de Justiça e de Segurança Interna para decidirem pela aplicação ou não de sanções, as quais não foram detalhadas

 

MUNDO/ECONOMIA

EUA propõem à China reabrir negociações comerciais

Artigo publicado na edição desta quinta-feira no diário Valor Econômico informa que, liderados pelo secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, altos funcionários americanos enviaram nesta semana convite a funcionários equivalentes a seus cargos na China, liderados pelo vice-primeiro-ministro Liu He, com proposta de novo encontro para discutir o comércio bilateral entre seus países

  • o artigo relata que, segundo essas fontes, os americanos sugerem que as discussões ocorram nas próximas semanas em Washington ou Pequim
  • o diretor do Conselho Econômico Nacional do governo americano, Lawrence Kudlow, disse, segundo o artigo, que “a maioria de nós acredita que é melhor conversar do que não conversar, e acho que o governo chinês está disposto a conversar”
  • perguntado sobre o andamento das negociações comerciais do país, o presidente Donald Trump disse que “estão indo muito bem” com o Canadá; sobre as realizadas com a China, afirmou: “assumimos uma posição muito dura… para dizer o mínimo”
  • imagem acima de Sputnik Brasil

 

Presidente da Comissão Europeia prega valorização do euro como moeda de reserva internacional

O presidente da Comissão Europeia (CE), Jean-Claude Juncker (imagem acima, de Dinheiro Vivo), declarou, durante o discurso sobre o “Estado da União”, pronunciado no Parlamento Europeu, em Estrasburgo (França), que o euro precisa se tornar uma moeda de reserva global para competir com o dólar, num esforço da União Europeia (UE) para reduzir sua dependência financeira dos EUA

  • segundo um artigo publicado pelo diário Valor Econômico, Juncker disse ser uma “aberração” que a UE pague mais de 80% de suas importações do setor de energia em dólares, embora só 2% venham dos EUA
  • de acordo com o artigo, a maioria das importações em dólares vem da Rússia e dos países do Golfo Pérsico
  • “Temos de mudar isso. O euro precisa se tornar o instrumento ativo de uma nova Europa soberana”, afirmou Juncker

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *