FATOS RELEVANTES PUBLICADOS ENTRE 01/09/2018 E 03/09/2018

BRASIL/POLÍTICA

TSE rejeita registro da candidatura de Lula à Presidência e dá 10 dias de prazo para que coligação apresente outro nome para substituí-lo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, no início da madrugada deste sábado, por 6 votos a 1, não aceitar, com base na Lei da Ficha Limpa, o registro da candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (imagem acima, de Marcelo Camargo/Agência Brasil) ao cargo de presidente da República

  • o ex-presidente foi condenado, por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), órgão de segunda instância, o que o enquadraria na referida lei
  • de acordo com o site do TSE (clique aqui), o colegiado do tribunal também decidiu, por 5 votos a 2, permitir à “Coligação O Povo Feliz de Novo” (PT/PCdo B/Pros), pela qual Lula concorreria, a substituição do candidato a presidente no prazo de 10 dias
  • o tribunal aprovou a regularidade da coligação e da candidatura de Fernando Haddad a vice-presidente
  • segundo o texto, Lula foi proibido de realizar atos de campanha, incluindo a veiculação de propaganda eleitoral no rádio, na TV e em outros meios de difusão de informação, como internet e redes sociais
  • de acordo com o diário O Estado de S.Paulo, neste domingo a propaganda da coligação, veiculada por emissoras de rádio e TV, foi aberta com uma mensagem que classifica a decisão do TSE como “mais um duro golpe” contra “a vontade do povo” e afirma que a coligação “vai entrar com todos os recursos pelo direito de Lula de ser candidato”
  • segundo o jornal, em declaração exibida no programa, Lula afirmou: “Sei como vou passar pela história. Não sei como eles vão passar. Se eles vão passar como juízes ou algozes”
  • o defensor de Lula no TSE, Luiz Fernando Casagrande Pereira, declarou, no domingo, que poderá recorrer ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) ou ao Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir a permanência do petista no pleito
  • em nota (clique aqui), a Comissão Executiva Nacional do PT afirmou que o partido “continuará lutando por todos os meios para garantir sua candidatura nas eleições de 7 de outubro”
  • de acordo com a nota, o partido vai “apresentar todos os recursos aos tribunais para que sejam reconhecidos os direitos políticos de Lula, previstos na lei e nos tratados internacionais ratificados pelo Brasil. Vamos defender Lula nas ruas, junto com o povo, porque ele é o candidato da esperança”
  • segundo O Estado, neste domingo o partido Novo apresentou ao TSE pedidos contra a propaganda eleitoral do PT, o mesmo ocorrendo com a coligação “Brasil Acima de Tudo, Deus Acima de Todos”, de Jair Bolsonaro (PSL), e com a coligação pela qual concorre Geraldo Alckmin (PSDB)

 

Candidaturas de Alckmin e Eymael à Presidência são aprovadas pelo TSE

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) aprovou, na última sexta-feira, o registro das candidaturas de Geraldo Alckmin (PSDB) (imagem acima, de El País) e de José Maria Eymael (Democracia Cristã) à Presidência da República, assim como as candidaturas dos respectivos vices, Ana Amélia (PP) e Hélvio Costa (DC)

  • a candidatura de Alckmin foi contestada pela coligação que apoia o candidato Henrique Meirelles (MDB), para quem nem todos os partidos que compõem a coligação do tucano (PP, PR, DEM, Solidariedade e PR) explicitaram nas convenções a aliança com as demais siglas da chapa
  • por unanimidade, os sete ministros do TSE rejeitaram o pedido
  • anteriormente, o tribunal aprovou as candidaturas de Alvaro Dias (Pode), Ciro Gomes (PDT), Henrique Meirelles (MDB), João Goulart Filho (PPL), Cabo Daciolo (Patriota), Guilherme Boulos (Psol), João Amoêdo (Novo), Marina Silva (Rede) e Vera Lúcia (PSTU)

 

BRASIL/ECONOMIA

PIB cresceu 2% no segundo trimestre, informa IBGE

O PIB do segundo trimestre deste ano atingiu, em valores correntes, aproximadamente 1,7 trilhão de reais, valor 2% acima do resultado obtido em igual intervalo de 2017, informou, por meio de nota divulgada na última sexta-feira (clique aqui), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE)

  • a formação bruta de capital fixo (FBCF), que reflete o desempenho do investimento, teve alta de 3,7% (a taxa de investimento, medida pela relação FBCF/PIB, foi de 16%)
  • na comparação com o primeiro trimestre de 2018, a variação do PIB foi de 0,2%
  • no acumulado durante o período de quatro trimestres encerrado em junho passado, o crescimento do PIB alcançou 1,4%
  • imagem acima de TV Tambaú

 

Em julho, setor público teve deficit primário de 3,4 bilhões de reais; em 12 meses, o deficit alcançou 77 bilhões

O setor público consolidado registrou deficit primário de 3,4 bilhões de reais em julho último, informou, por meio de nota divulgada na última sexta-feira (clique aqui), o Banco Central (BC)

  • o governo central e os governos regionais registraram deficits de, respectivamente, 2,7 bilhões de reais e de 1,8 bilhão, enquanto empresas estatais tiveram superavit de 1,1 bilhão
  • ao longo deste ano, o resultado primário do setor público foi deficitário em 17,8 bilhões de reais, ante deficit de 51,3 bilhões registrado no mesmo intervalo de 2017
  • no acumulado no período de 12 meses encerrado em julho passado, o setor público consolidado teve deficit primário de 77,1 bilhões de reais, equivalente a 1,14% do PIB
  • de acordo com a nota do BC, “os juros nominais do setor público consolidado, apropriados por competência, alcançaram 25,8 bilhões de reais em julho, comparativamente a 28,5 bilhões em julho de 2017”, enquanto “no acumulado em 12 meses, os juros nominais atingiram 394,5 bilhões de reais (5,86% do PIB), reduzindo-se na comparação com o período de doze meses encerrado em julho de 2017, 428,2 bilhões de reais (6,64% do PIB)”
  • o resultado nominal do setor público consolidado, que leva em conta o resultado primário e os juros nominais, foi deficitário em 29,2 bilhões em julho deste ano, enquanto no acumulado em 12 meses, o deficit nominal atingiu 471,6 bilhões, equivalente a 7,0% do PIB
  • imagem acima de Exame

 

Petrobras anuncia reajuste de 13% do preço do diesel

Em nota divulgada na última sexta-feira (clique aqui), a Petrobras informou que “o preço médio do diesel será ajustado em 13% e passará a ser de R$ 2,2964 por litro”

  • segundo a estatal, a alta ocorreu a partir da divulgação, pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), de novos preços de referência do combustível, em consequência da “elevação dos preços do diesel no mercado internacional e da desvalorização do câmbio”
  • de acordo com a Petrobras, o valor do litro do combustível “reflete a média aritmética dos preços do diesel rodoviário, sem tributos, praticados pela companhia em suas refinarias e terminais no território brasileiro”
  • de acordo com o portal de notícias G1, neste sábado, “a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) informou que atualizará a tabela que define os preços dos fretes justamente em razão da variação no preço do combustível”
  • imagem acima de Portal de Notícias DN Sul

 

MUNDO/POLÍTICA

EUA suspendem contribuição a órgão da ONU que dá assistência a refugiados palestinos

A porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Heather Nauert (imagem acima, de Sputnik Brasil), anunciou, na última sexta-feira, a suspensão da contribuição do país à agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para refugiados palestinos (UNRWA, na sigla em inglês)

  • “Quando fizemos uma contribuição de 60 milhões de dólares, em janeiro, deixamos claro que os EUA não tinham a intenção de suportar a carga desproporcional da UNRWA”, disse Heather
  • segundo o diário O Estado de S.Paulo, em 2017 a ajuda americana à UNRWA foi de 350 milhões de dólares e, em janeiro passado, fora reduzida para 60 milhões de dólares

 

Trump anuncia que participará de encontro do G-20 e que se encontrará com novo presidente da Colômbia

Em comunicado divulgado na sexta-feira passada, a porta-voz do governo dos EUA, Sarah Sanders (imagem acima, de Mediaite.com), informou que o presidente Donald Trump participará da cúpula do G-20, grupo que reúne chefes de Estado e de governo das 20 principais economias mundiais, que ocorrerá entre 30 de novembro e 1º de dezembro próximos, em Buenos Aires (Argentina), e irá, em seguida, à Colômbia para um encontro com o novo presidente do país, Iván Duque

  • o comunicado afirma que “a cúpula do G-20 será uma oportunidade para que o presidente destaque suas políticas econômicas em favor do crescimento em um cenário internacional e tenha reuniões bilaterais com outros líderes mundiais importantes”
  • sobre a reunião na Colômbia, o texto diz que Trump buscará “uma maior colaboração em matéria de segurança, medidas de combate ao tráfico de drogas e assuntos regionais”

 

Militares americanos confirmam morte de líder do Estado Islâmico no Afeganistão

Segundo a agência de notícias Efe, forças militares dos EUA no Afeganistão confirmaram neste domingo a morte do líder do grupo Estado Islâmico (EI) no país, Abu Saad Orakzai (imagem acima, de bbc.co.uk), também conhecido como Saad Arhabi, ocorrida durante bombardeio no dia 25 do mês passado

  • o ataque ocorreu na província oriental de Nangarhar, reduto afegão do EI
  • a morte de Orakzai foi anunciada no dia seguinte ao bombardeio pela agência de inteligência afegã Diretório Nacional de Segurança (NDS, sigla em inglês)
  • segundo a Efe, Orakzai é o terceiro emir do EI morto em ataques dos EUA desde julho de 2016

 


Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *