FATOS RELEVANTES PUBLICADOS EM 30/08/2018

BRASIL/POLÍTICA

Juíza nega provisoriamente pedido de bloqueio de bens de Haddad

A juíza Maricy Maraldi, da 8ª Vara da Fazenda Pública, negou o pedido de bloqueio de bens feito pelo Ministério Público de São Paulo, em ação proposta contra o ex-prefeito paulistano e atual candidato a vice-presidente da República pelo PT, Fernando Haddad (imagem acima, de EFE/Fernando Bizerra Jr.)

  • na decisão, a juíza afirma que “apesar de ainda não ter sido intimado, o requerido Fernando Haddad manifestou-se sustentando a inviabilidade de decretação da indisponibilidade de bens, liminarmente, diante da inexistência de risco à dilapidação do patrimônio e, ainda, a ausência da probabilidade do direito alegado”
  • de acordo com o portal de notícias G1, a juíza diz que, “não obstante as alegações do representante do Ministério Público, entendo que a medida a ser decretada é gravíssima, pois impede que a pessoa, sobre cujo patrimônio a constrição recai, possa realizar os atos mais corriqueiros do seu dia a dia”
  • a juíza afirmou que, por cautela, só apreciará o pedido liminar após a apresentação da defesa prévia
  • por meio de nota, a assessoria de Haddad informou que “respeita a decisão judicial, ainda que tenha demonstrado com documentos que todo o material gráfico produzido em sua campanha foi declarado e que não havia razão para receber qualquer recurso não declarado da UTC”

 

No Rio Grande do Sul, Bolsonaro afirma que não será o “Jairzinho paz e amor”, qualifica ações do MST como “terrorismo” e ironiza o STF

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro (imagem acima, de BOL Notícias – Uol), declarou, durante evento realizado em Esteio (RS), quando se reuniu com empresários ligados ao agronegócio, que, numa eventual disputa de segundo turno, não será “o Jairzinho paz e amor”

  • “Quero agradecer o [ex-presidente] Fernando Henrique [Cardoso], que disse que se unirá com o PT para me derrotar. FHC, continue com sua marcha para liberar a maconha porque não haverá segundo turno”, disse o candidato
  • segundo o diário Valor Econômico, Bolsonaro disse que é preciso tipificar as ações do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem-Terra (MST) como “terrorismo”, pois “invadir propriedade rural ou urbana é inadmissível”
  • em Porto Alegre, Bolsonaro declarou, antes de participar de almoço promovido pela revista Voto, referindo-se ao julgamento, interrompido na última terça-feira, pelo Supremo Tribunal Federal (STF), de denúncia contra ele por racismo: “Quebraram o meu galho aí, pediram vistas, tá, muito obrigado”
  • de acordo com o jornal, o candidato do PSL foi recebido por cerca de mil pessoas no aeroporto da capital gaúcha
  • Zeid Al Hussein, alto-comissário da Organização das Nações Unidas (ONU) para Direitos Humanos, declarou que discursos como o de Bolsonaro podem representar “um perigo” para certas parcelas da população no curto prazo e para “o País todo” a longo prazo
  • segundo Al Hussein, “dar uma resposta simplista e tocando nas emoções naturais das pessoas – e talvez olhando para uma liderança mais forte, firme – é uma combinação que é bastante poderosa”

 

Durante sabatina na CNA, Marina diz que lideranças do agronegócio “não precisam ter medo” dela e Alckmin propõe medida para dificultar que terra invadida seja objeto de reforma agrária

Durante sabatina com candidatos à Presidência da República, promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), em Brasília (DF), Marina Silva (imagem acima, de AP Photo/Eraldo Peres), do Rede, disse, referindo-se à plateia, repleta dos principais representantes do setor, saber “que os senhores têm muitas dúvidas em relação à minha pessoa, mas não precisam ter medo de mim”

  • “Quando a gente sabe o que está fazendo onde está pisando, fica mais fácil resolver os problemas”, disse a candidata
  • “Acho que estar frente um setor que representa 44% das nossas exportações e tem uma contribuição enorme na geração de renda do nosso País é uma oportunidade muito grande”, afirmou Marina
  • Geraldo Alckmin, candidato do PSDB, disse que, se eleito, reeditará medida provisória (MP) criada no governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, em 2000, para proibir que terra invadida seja desapropriada para efeito de reforma agrária
  • “Vou reeditar […] e dobrar o prazo” e, assim, “propriedade invadida fica impedida de entrar na reforma agrária por quatro anos”, disse Alckmin
  • também participaram da sabatina os candidatos do MDB, Henrique Meirelles, e do Podemos, Alvaro Dias

 

Para Ciro Gomes, Bolsonaro é “Hitlerzinho tropical” e seu eleitor, “inimigo da pátria”

O candidato do PDT à Presidência da República, Ciro Gomes (imagem acima, de Folhapress), participou de evento na sede da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), em Brasília (DF), quando declarou que a adoção de cotas nas universidades federais é uma “necessidade histórica” e defendeu a educação como área prioritária para receber verbas federais

  • o candidato do PDT afirmou também que “o cara que vota no Bolsonaro está querendo que o Brasil morra […] que a minha nação seja destruída, não quero saber disso […] isso é inimigo da pátria”
  • de acordo com o diário O Estado de S.Paulo, durante entrevista a jornalistas, Gomes disse que a preocupação de Bolsonaro com o tipo de conteúdo ensinado em sala de aula é “ignorância estapafúrdia”, embora o adversário não seja ignorante, pois “passou na academia militar das Agulhas Negras”
  • “Ele é um mistificador perigoso, é um fascista, é um projetinho de Hitlerzinho tropical e muito mal preparado, porque o Hitler pelo menos era um intelectual razoável”, disse Gomes

 

No “Jornal Nacional”, Alckmin defende aliança com “Centrão” e política de segurança pública de São Paulo

Durante entrevista ao “Jornal Nacional”, da Rede Globo, o candidato do PSDB à Presidência da República, Geraldo Alckmin (imagem acima, de Veja), declarou, referindo-se à aliança com o bloco “Centrão”, que é preciso “ter maioria para fazer as mudanças de que o Brasil precisa” e que “prometer mudança sem construir maioria é conversa fiada”

  • referindo-se a Eduardo Azeredo, ex-governador de Minas Gerais e ex-presidente do PSDB, preso após ser condenado a 20 anos em regime fechado, por desvio de cerca de 3,5 milhões de estatais mineiras para caixa dois de campanha eleitoral, Alckmin disse: “Ele está afastado da política. Aliás, ele vai sair do PSDB, não precisa nem expulsar”
  • ao ser questionado sobre a expansão da facção criminosa paulista conhecida como “PCC” para outros estados e países, Alckmin disse, segundo o diário O Globo, que a política de segurança implementada por ele em São Paulo é “um exemplo”
  • “Temos a melhor polícia do Brasil, a melhor tecnologia do Brasil. Tínhamos, em 2001, 13 mil assassinatos por ano. Reduzimos, no ano passado, para 3.503 com 45,5 milhões de habitantes”, disse o ex-governador paulista

 

BRASIL/ECONOMIA

Ibovespa sobe 1,18% e chega a 78.389 pontos

O Índice Bovespa (Ibovespa), que mede o desempenho da B3 (Brasil, Bolsa, Balcão), principal bolsa de valores brasileira, encerrou o pregão aos 78.389 pontos (alta de 1,18% em relação ao dia anterior), após alcançar 78.783 pontos na máxima do dia

  • de acordo com o diário Valor Econômico, o giro financeiro atingiu 6,9 bilhões de reais, “um pouco mais forte do que nos últimos pregões, porém abaixo das médias diárias negociadas nos pregões do mês e do ano”
  • imagem acima de Diário dos Campos

 

BRASIL/CONDIÇÕES DE VIDA

Levantamento mostra que número de vítimas em chacinas no Rio de Janeiro cresceu 166% neste ano e que mais da metade dos casos ocorreu durante operações das forças de segurança

De acordo com o portal de notícias G1, levantamento produzido pelo Laboratório de Dados Fogo Cruzado e pelo Observatório da Intervenção indica que, neste ano, o número de pessoas mortas em chacinas – assassinatos com três ou mais vítimas em um mesmo local – no estado do Rio de Janeiro cresceu 166% quando comparado aos oito primeiros meses de 2017

  • segundo o levantamento, em 2017 houve 21 chacinas, com 71 pessoas mortas, enquanto neste ano ocorreram 47 chacinas, com 189 assassinatos
  • de acordo com o G1, dos 47 casos registrados neste ano, 26 ocorreram durante operações das forças de segurança envolvendo policiais ou militares
  • o Laboratório de Dados Fogo Cruzado e o Observatório da Intervenção são formados por organizações não-governamentais e especialistas em segurança pública, coordenados pelo Centro de Estudos de Segurança e Cidadania, da Universidade Cândido Mendes
  • imagem acima de UOL Notícias

 

MUNDO/POLÍTICA

Em comunicado, Trump diz que não há motivo para retomada de exercícios militares com a Coreia do Sul e que a China pressiona a Coreia do Norte

O governo dos EUA divulgou, por meio de comunicado, que o presidente Donald Trump (imagem acima, de USA Today) considera que não há motivo para retomar os exercícios militares conjuntos com a República da Coreia (Coreia do Sul, RoK, na sigla em inglês), devido ao bom relacionamento dele com o líder da República Democrática do Povo da Coreia (Coreia do Norte, DPRK, na sigla em inglês), Kim Jong-un

  • os exercícios militares envolvendo americanos e sul-coreanos estão suspensos desde o diálogo entre Trump e Kim, ocorrido em junho passado, em Cingapura
  • “Não há razão para gastar grandes quantias de dinheiro em jogos de guerra conjuntos dos EUA com a RoK”, diz o comunicado
  • na última terça-feira, o secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, afirmou, durante entrevista, que não havia planos para suspender as manobras militares conjuntas marcadas para 2019
  • a nota da Presidência americana afirma também que Trump acredita que a DPRK está sob grande pressão da China, que está fornecendo “ajuda considerável” ao país em combustível, fertilizantes e commodities, e que “isso não é útil”

 

MUNDO/ECONOMIA

Departamento de Comércio dos EUA anuncia possíveis isenções da sobretaxa a importação de produtos de aço e alumínio originários de Argentina, Brasil e Coreia do Sul

O Departamento de Comércio dos EUA divulgou comunicado informando que o presidente Donald Trump assinou autorizações para flexibilizar as cotas de importação de produtos de aço e alumínio de alguns países que excedam as cotas livres do pagamento das sobretaxas impostas pelo governo em março

  • a medida diz respeito a cotas de aço da República da Coreia (Coreia do Sul, RoK, na sigla em inglês), Brasil e Argentina, e do alumínio da Argentina
  • segundo o diário O Estado de S.Paulo, a decisão de Trump foi tomada após receber relatório do Departamento de Comércio informando reclamações de empresas americanas sobre a falta de matéria-prima no mercado interno
  • de acordo com o jornal, o comunicado informa que a flexibilização será concedida “desde que comprovado que o produto não é feito no país em quantidade suficiente ou que tenha qualidade insatisfatória, além da análise de considerações específicas de segurança nacional”
  • imagem acima de  EFE/Jeff Kowalsky

 

CIÊNCIA&TECNOLOGIA

The Guardian encerra sua rede de blogs de Ciência

A Science Blog Network, mantida há oito anos pelo diário britânico The Guardian, vai acabar oficialmente nesta sexta-feira, último dia de agosto, conforme anúncio feito no final de julho pela empresa mantenedora Guardian News and Media

  • “Tomamos a decisão de fechar as redes de blogs de ciência e meio ambiente, pois nossa equipe de repórteres (nessas áreas) fornece aos leitores ampla cobertura global sobre esses assuntos”, disse um porta-voz
  • a rede reuniu blogs de cientistas dedicados à divulgação e ao debate de tópicos de matemática, física de partículas, astronomia e cosmologia, neurociência, psicologia, arqueologia, paleontologia, política científica e meio ambiente
  • a página não tinha periodicidade definida, mas era atualizada a cada poucos dias, exceto a dedicada ao meio ambiente, atualizada pela última vez em meados de fevereiro e apenas raramente nos meses anteriores
  • o Guardian dizia que a rede “amplia e aprofunda nossa cobertura de pesquisa científica e debate”, dando aos especialistas liberdade para escrever sem interferência editorial
  • de fato, porém, a rede não funcionava em sintonia com a cobertura diária de Ciência e Meio Ambiente
  • os textos dos blogueiros raramente eram sintonizados com o noticiário do jornal, com exceção de parte dos produzidos pelo físico de partículas e cosmologista Jon Butterworth, que trabalha no Grande Colisor de Hádrons (LHC/CERN), em Genebra, Suíça, autor de diversos livros de divulgação em suas especialidades, que antecipava e comentava experimentos e debates em andamento no âmbito do seu laboratório e outros centros de pesquisa, o que fazia do seu blog uma espécie de pauteiro para esses assuntos

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *