FATOS RELEVANTES PUBLICADOS EM 29/08/2018

BRASIL/POLÍTICA

Haddad diz que denúncia contra ele é baseada no testemunho de um “bandido” e que, apesar dos muitos escândalos envolvendo o PSDB, nada é investigado

O candidato a vice-presidente da República na chapa do PT, Fernando Haddad (imagem acima, de Veja), declarou, durante evento relacionado à campanha, realizado na cidade do Rio de Janeiro (RJ), referindo-se à ação por improbidade administrativa movida pelo Ministério Público de São Paulo contra ele, que “o MP tem na mão a palavra de um bandido [Ricardo Pessoa, ex-presidente da construtora UTC], que mentiu oito vezes para a Justiça e teve seus interesses contrariados aos 44 dias do meu governo”

  • de acordo com Haddad, “parece que foram oito inquéritos arquivados porque ele não consegue comprovar o que diz”
  • segundo o candidato, em “24 anos de governo do PSDB, tem escândalo em todo o canto […] e não há nada, não há nenhum procedimento [de investigação]. De repente, uma coisa de três anos atrás aparece faltando 40 dias para a eleição?”
  • de acordo com o diário O Estado de S.Paulo, a Comissão Executiva Nacional do PT divulgou nota na qual afirma que vai apresentar representação ao Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) contra o promotor Wilson Tafner, responsável pela ação

 

TSE decide contra pedido da defesa de Lula para que sua agenda de campanha fosse obrigatoriamente noticiada por emissoras de rádio e de TV

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) julgou improcedentes, por seis votos a um, pedidos apresentados pela coligação “O povo feliz de novo” (PT/PCdoB/Pros) e pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (imagem acima, de Jota) para que emissoras de TV fossem obrigadas a noticiar, principalmente nos telejornais, a agenda da coligação

  • de acordo com nota divulgada no site do TSE (clique aqui), a defesa de Lula afirmou que a omissão da mídia em noticiar os atos da coligação é deliberada e nociva à sociedade, já que ele figura em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto
  • o relator da representação, ministro Sérgio Banhos, considerou que, dado que o candidato está preso, não se pode pretender que as emissoras cubram a agenda diária de compromissos de Lula na unidade prisional
  • a posição do relator foi acompanhado integralmente pelos ministros Luís Roberto Barroso, Jorge Mussi e Tarcisio de Carvalho Neto, enquanto Edson Fachin e Rosa Weber acompanharam a conclusão do voto, mas a partir de premissas diferentes
  • votou contra o ministro Napoleão Maia Filho, que argumentou que o fato de Lula estar preso não retira dele o direito de realizar atos de campanha e até mesmo de ter sua foto incluída na urna eletrônica enquanto seu registro de candidatura estiver sub judice
  • de acordo com a agência de notícias Reuters, a defesa de Lula, em ação separada, pediu que TSE conceda liminar para que o candidato tenha direito a participar “plenamente” da propaganda eleitoral no rádio e na TV, podendo gravar áudios e vídeos de dentro da prisão

 

No “Jornal Nacional”, Bolsonaro defende policiais que matam e diz que desigualdade salarial entre homens e mulheres deve ser resolvida pela Justiça

Jair Bolsonaro (PSL), candidato a Presidência da República, declarou, durante entrevista ao “Jornal Nacional”, da Rede Globo (imagem acima, de G1 – Globo.com), que, se eleito, policial que matar “dez, 15 ou 20 [bandidos], com dez ou 30 tiros cada um […] tem que ser condecorado e não processado”

  • o candidato afirmou que durante a atuação da missão brasileira no Haiti, diante de “qualquer elemento com arma de guerra, os militares atiravam dez, 20, 50 tiros e depois iam ver o que aconteceu”
  • segundo Bolsonaro, questões como a desigualdade de salários entre homens e mulheres não precisam de ações afirmativas para serem resolvidas, pois a Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) já contempla regras e que eventuais distorções devem ser resolvidas pelo Ministério Público do Trabalho
  • sobre declaração de seu vice, general Hamilton Mourão (PRTB), que, no ano passado, defendeu que os militares teriam que “impor uma solução” à crise no País, Bolsonaro afirmou que “as palavras dele estão em consonância como que a sociedade fala”
  • o ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), pediu vista da denúncia de Bolsonaro por crime de racismo (até o momento, dois ministros votaram pelo recebimento da denúncia e dois foram contra)
  • durante evento de campanha na cidade do Rio de Janeiro (RJ), o candidato do PSL disse: “Quero mandar um recado para o STF: respeite o artigo 53 da Constituição que diz que eu, como deputado, sou inviolável por qualquer opinião”

 

Para Marina Silva, Dilma inventou as fake news antes de Trump

A candidata do Rede à Presidência da República, Marina Silva (imagem acima, de Jornal O Globo), declarou, durante sabatina promovida pelo diário O Estado de S. Paulo, que “não foi o [presidente americano Donald] Trump quem inventou as fake news. Foi a [ex-presidente] Dilma [Rousseff] e o [marqueteiro] João Santana, contra mim [na campanha presidencial de 2014]”

  • segundo o diário Valor Econômico, em outros momentos, Marina fez críticas abertas ou veladas a Dilma, mas foi menos enfática em relação ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que, segundo ela, está “pagando” pelos “erros graves que cometeu”
  • durante a sabatina, a candidata defendeu a reforma do Judiciário, mas destacou a importância da “independência dos Poderes” e disse que a iniciativa precisaria partir do Congresso

 

Decreto presidencial autoriza emprego das Forças Armadas em Roraima

O presidente da República, Michel Temer, assinou decreto que autoriza a Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no estado de Roraima, pela qual as Forças Armadas serão empregadas, com poder de polícia, nas fronteiras e rodovias

  • de acordo com o site da Presidência (clique aqui), o decreto objetiva garantir a segurança de brasileiros e imigrantes venezuelanos na região
  • em declaração no Palácio do Planalto, Temer disse que o governo federal vai acionar a comunidade internacional para conseguir uma solução diplomática firme diante da forte crise enfrentada pelo país vizinho, pois a crise venezuelana ultrapassou o contexto da política interna, e agora afeta a todos os países da América do Sul
  • a aplicação da GLO é válida até 12 de setembro
  • imagem acima de Jornal Nacional

 

BRASIL/ECONOMIA

Dólar sobe 1,44% e fica próximo de bater o recorde nominal

A cotação do dólar comercial para venda encerrou o dia em R$ 4,14, 1,44% acima da registrada no dia anterior

  • de acordo com o diário Valor Econômico, o valor nominal recorde da moeda americana, atingido em 21 de janeiro de 2016, foi de R$ 4,1631
  • segundo o jornal, o Banco Central anuncia o leilão de até 2,15 bilhões de dólares para rolar o vencimento de operação de venda de dólar com compromisso de recompra
  • imagem acima de UOL Economia

 

Entidade afirma que importação de óleo diesel vai parar devido ao baixo preço de venda do combustível, definido por nova fórmula de cálculo

Durante entrevista concedida ao diário O Estado de S.Paulo, o presidente da Associação Brasileira dos Importadores de Combustíveis (Abicom), Sérgio Araújo, declarou, referindo-se ao preço do óleo diesel, conforme definido pelo governo federal em seu cálculo da subvenção ao consumo, que “todo mundo que importar vai ter prejuízo”

  • de acordo com o jornal, a partir da próxima sexta-feira entra em vigor a nova metodologia de cálculo da subvenção do diesel e, pelas contas da entidade, se a nova fórmula estivesse valendo nesta terça-feira, o preço de referência do litro do diesel seria de R$ 2,5755, no Sudeste, abaixo dos R$ 2,5956 que seguem a metodologia vigente
  • Os preços são piores que os de agosto. Vamos começar a demitir pessoal e, até o fim do ano [período de validade da nova metodologia], não vai ter importação”, disse Araújo
  • de acordo com o dirigente, sem a participação dos importadores, há risco de desabastecimento
  • imagem acima de Portal da BTS

 

BRASIL/CONDIÇÕES DE VIDA

Justiça de segunda instância concede indenização a família do pedreiro Amarildo, assassinado por policiais militares em 2013

A Justiça condenou o governo do estado do Rio de Janeiro, em decisão em segunda instância da juíza Maria Paula Gouvêa Galhardo, da 4ª Vara de Fazenda Pública, a pagar indenização à família do pedreiro Amarildo de Souza, morto por policiais militares em julho de 2013

  • na decisão, a juíza relatou que “não resta a menor dúvida de que houve a ação dos agentes públicos nessa qualidade, a qual foi suficiente e necessária à causação do resultado morte da vítima, que foi torturada até a morte, na ação de policiais que no combate à criminalidade agem como criminosos”
  • de acordo com o diário O Estado de S.Paulo, a indenização chega a 3,9 milhões de reais
  • segundo o portal de notícias G1, a viúva e os seis filhos de Amarildo vão receber 500 mil reais cada um
  • os filhos devem receber pensão até completarem 25 anos, a viúva deve receber um salário-mínimo por mês e uma mãe de criação e dois irmãos de Amarildo devem receber 100 mil reais cada um
  • ainda cabe recurso à decisão
  • imagem acima de Jovem Pan

 

MUNDO/POLITICA

EUA iniciam renegociação do Nafta com Canadá

A ministra das Relações Exteriores do Canadá, Chrystia Freeland, e o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, reuniram-se em Washington para retomar as discussões sobre a reformulação do Acordo de Livre-Comércio da América do Norte (Nafta, na sigla em inglês), após o governo americano ter negociado um acordo comercial preliminar com o México com o mesmo objetivo

  • segundo artigo publicado pelo diário Valor Econômico, após a reunião Chrystia, principal negociadora comercial canadense, disse estar “animada” com os avanços obtidos por EUA e México sobre o novo Nafta, especialmente sobre “automóveis e mão de obra”
  • o ministro das Relações Exteriores do México, Luis Videgaray, declarou que trabalhará para um acordo entre os três países, mas que se EUA e Canadá não chegarem a um acerto, “pelo menos já existe um acordo entre EUA e México”
  • na imagem acima, a ministra canadense das Relações Exteriores, Chrystia Freeland, o ministro mexicano da Economia, Idelfonso Guajardo, e o representante americano do Comércio, Robert Lighthizer, na Cidade do México, em 5 de março de 2018, de AFP

 

Trump acusa Google de manipular resultados de pesquisas na internet

O presidente dos EUA, Donald Trump (imagem acima, de Público), acusou o Google de suprimir intencionalmente opiniões favoráveis a seu governo e priorizar “notícias negativas” em seus resultados de busca, os quais, afirmou, são “manipulados”

  • em mensagem no Twitter, ele escreveu: “Quando procuramos ‘notícias sobre Trump’ no Google, aparecem apenas pontos de vista desfavoráveis e fake news. Em outras palavras, estão manipulando o que se fala de mim e de outros”
  • em nota, o Google respondeu que seus resultados são determinados por algoritmos com base na relevância das palavras e que “não manipula resultados em favor de nenhuma ideologia”

 

MUNDO/ECONOMIA

Disputas na OMC refletem guerra comercial aberta pelos EUA

O diário Valor Econômico publicou um artigo na edição desta quarta-feira, baseado em levantamento próprio, sobre disputas comerciais na Organização Mundial do Comércio (OMC), segundo o qual neste ano, até esta semana, 30 disputas em andamento, 76,5% a mais que em 2017, e que 22 desses casos estão relacionados à guerra comercial iniciada pelos EUA

  • de acordo com o artigo, ao mesmo tempo em que procuram desmontar o mecanismo de disputas na OMC, os EUA são o país que mais tem denunciado outros parceiros
  • os americanos apresentaram, até agora, seis queixas, mas apenas uma delas, envolvendo proteção de propriedade intelectual na China, está no contexto da guerra comercial
  • no mesmo período, a China abriu cinco queixas na OMC, que se referem às sobretaxas impostas pelos EUA
  • imagem acima de OPEU

 

CIÊNCIA&TECNOLOGIA

Experimento quântico com o dilema do ovo e da galinha confirma que o antes pode ser o depois e abre caminho para novas tecnologias de “comunicação por meio da ignorância”

A esquisitice da incerteza na mecânica quântica pode ser usada como uma chave do tipo liga/desliga para a codificação de informação com base na impossibilidade de se saber em que ordem dois eventos ocorrem numa escala subatômica, na qual fica bagunçada a noção de antes e depois do senso comum e, potencialmente, também o conceito de causalidade (o que nasceu primeiro? O ovo ou a galinha?), conforme conclui experimento realizado por pesquisadores do Centro de Engenharia para Sistemas Quânticos da Universidade de Queensland, Austrália, e do Instituto Néel do Centro Nacional de Pesquisas Científicas da França, em Grenoble.

  • dito de outro modo, o experimento aponta a possibilidade de se construir um sistema de “comunicação por meio da ignorância”, trecho aqui entre aspas que traduz livremente o título do artigo tornado público no final de julho e, em agosto, aceito para o prelo da Physical Review Letters
  • nele, os físicos demonstram a possibilidade de a chave em questão, ou comutador quântico, ser usada como unidade básica de dispositivos em novas tecnologias de informação
  • o experimento mostra que, assim como um fóton pode estar em vários lugares ao mesmo tempo, numa chave ou comutador quântico, um evento A envolvendo uma partícula desse tipo pode ocorrer antes de um evento B e B pode ocorrer antes de A
  • para demonstrar, os pesquisadores dispararam fótons através de um dispositivo no qual um caminho se bifurca e se junta novamente
  • um fóton é uma partícula e uma onda eletromagnética que pode ser polarizada, ou seja, pode  chacoalhar horizontalmente ou verticalmente
  • o dispositivo foi configurado de modo que, se o fóton estiver polarizado na vertical, ele pega primeiro um caminho pela esquerda e, então, volta, entra no aparelho por uma porta diferente e segue um caminho pela direita; se estiver polarizado na horizontal, o fóton pega primeiro o caminho da direita e, depois, o da esquerda
  • contudo, a mecânica quântica permite que ele seja polarizado em ambos os sentidos ao mesmo tempo, o que o torna polarizado na diagonal
  • nessa condição, quando o fóton entra no aparelho, a onda quântica que o descreve tem duas partes polarizadas, uma na vertical, outra, na horizontal, de modo que ele pega ambos os caminhos na bifurcação, segue até suas duas partes se fundirem na saída e, ao repetir a viagem, pega novamente os mesmos dois caminhos, com cada uma das partes de sua onda entrando por apenas um deles, mas de modo que, daí em diante, não se pode mais saber em que ordem se realiza a jornada dentro do dispositivo
  • o lado prático da incerteza na ordem de ocorrência de dois eventos, é que os estados quânticos numa condição ou outra (ovo ou galinha?) poderiam ser usados como bits de informação quântica, ou qbits, no nascente novo paradigma tecnológico da computação
  • a principal vantagem dessa “ignorância” é que a comunicação por meio de chaves ou comutadores quânticos estaria menos sujeita aos “ruídos” devidos às imperfeições inevitáveis em canais como os de fibras óptica

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *