FATOS RELEVANTES PUBLICADOS ENTRE 04/08/2018 E 06/08/2018

BRASIL/POLÍTICA

PT define chapa com Lula e Haddad; Bolsonaro terá general como vice; Alckmin e Ciro Gomes, senadoras

Com o encerramento, neste domingo, do prazo legal para os partidos políticos definirem candidatos e coligações para a disputa das eleições a serem realizadas em outubro próximo, 14 agremiações realizaram convenções nacionais ao longo do fim de semana

  • no sábado, Podemos, Patriotas, Rede Sustentabilidade, PSD, PT, PPS, PR, Partido Novo e PROS fizeram encontros
  • no domingo, foi a vez de PSB, PRTB, PPL, PTC e PMB
  • foram oficializados, no total, sete candidaturas à Presidência da República: Álvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriotas), Marina Silva (Rede Sustentabilidade), Geraldo Alckmin (PSDB), Luiz Inácio Lula da Silva (PT), João Amoêdo (Partido Novo) e João Goulart Filho (PPL)
  • no sábado, o PT oficializou coligação com PCO e PROS; no dia seguinte, a presidente nacional do partido, Gleisi Hoffmann, anunciou que Fernando Haddad será o vice da chapa presidencial e que o PCdoB fará parte da coligação
  • na convenção nacional do PRTB, o partido oficializou aliança com o PSL, que tem como candidato à Presidência Jair Bolsonaro, e anunciou que o general da reserva Hamilton Mourão, seu filiado, será o vice da chapa
  • o PSDB oficializou a candidatura do ex-governador paulista Geraldo Alckmin como candidato à Presidência e anunciou a senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) como vice (PPS e PR aprovaram coligação com a candidatura de Alckmin)
  • no domingo, a assessoria de imprensa da senadora Kátia Abreu (PDT-TO) e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, confirmaram que a parlamentar será candidata a vice na chapa encabeçada por Ciro Gomes na disputa presidencial
  • durante a convenção nacional do Rede, realizada no sábado, foi aprovada, por aclamação, a candidatura de Marina Silva à Presidência e a de Eduardo Jorge (PV) a vice
  • o Podemos definiu a candidatura de Álvaro Dias e coligação com PSC, PTC e PRP
  • partidos e coligações têm até o próximo dia 15 para apresentarem ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) o requerimento de registro das candidaturas a presidente e vice-presidente da República
  • imagem acima de O Globo

 

Em depoimento a Moro, ex-diretor da Petrobras diz que parte da propina da Sete Brasil foi para Lula e Dirceu, que negam ter recebido o dinheiro

Renato Duque (imagem acima, de Estadão), ex-diretor de Serviços da Petrobras, declarou, na última sexta-feira, durante depoimento ao juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), que o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto o informou que “dois terços [da propina arrecadada com os contratos de plataformas para exploração do petróleo do pré-sal da Sete Brasil] para o partido seriam divididos entre [o ex-presidente Luiz Inácio] Lula [da Silva], José Dirceu e o partido”

  • segundo Duque, o restante iria para a “casa”, denominação utilizada para o dinheiro destinado aos executivos da Petrobras e da Sete Brasil
  • no depoimento a Moro, o ex-diretor relatou que “todos os estaleiros pagaram” [propina] e que Vaccari o informou que ele era o homem do PT responsável pela arrecadação de propina da parte política nos contratos da Sete Brasil
  • segundo Duque, Vaccari disse a ele que o ex-ministro Antônio Palocci era o responsável pelo acerto e dava as coordenadas de como seria distribuído
  • ao juiz, Duque confessou ter recebido aproximadamente 3,8 milhões de dólares de propinas em negócio da Jurong com a Sete Brasil, dinheiro depositado em uma conta aberta em Milão (Itália), no banco Cramer
  • Vaccari também foi interrogado por Moro, mas foi orientado pela defesa a permanecer calado e, de acordo com os advogados, “nega no processo qualquer envolvimento com arrecadação de propinas e ilícito”
  • segundo a assessoria de Lula, “o ex-presidente teve todas as suas contas vasculhadas e jamais recebeu valores ilegais ou teve em Palocci seu representante para receber qualquer valor”
  • em nota, a defesa de Dirceu afirmou que “diante da situação em que se encontra Renato Duque é absolutamente compreensível, que depois de anos de prisão, diga o que seus acusadores gostariam de ouvir”
  • de acordo com o diário O Estado de S.Paulo, Duque, condenado a mais de 40 anos na Operação Lava Jato, teve acordos de colaboração premiada rejeitados pelo Ministério Público Federal (MPF) e passou a colaborar diretamente com a Justiça

 

BRASIL/ECONOMIA

Petrobras registra lucro de 10 bilhões de reais no segundo trimestre, o melhor resultado em sete anos

A Petrobras divulgou na última sexta-feira resultados do balanço do segundo trimestre deste ano, os quais apontam lucro de 10 bilhões de reais, o maior para o período desde 2011

  • segundo o diário O Estado de S.Paulo, o lucro “foi motivado, principalmente, pela valorização do barril do petróleo, que em Londres passou de 67 dólares para 74 dólares, do primeiro para o segundo trimestre”, o que fez com que “as margens de exportação da commodity e de venda de derivados”
  • simultaneamente, a empresa “expandiu sua participação no mercado de gasolina e diesel, tomando espaço antes ocupado por importadores”
  • o balanço demonstra que a Petrobras tem dívida avaliada em 284 bilhões de reais, valor equivalente a 3,23 vezes o da geração de caixa (a meta é reduzir para 2,5 vezes)
  • segundo O Estado, “ao longo do segundo trimestre, a Petrobras conseguiu melhorar o perfil de sua dívida, reduzindo as taxas de juros e ampliando prazos de pagamento”
  • de acordo com o jornal, “nos últimos três anos, o endividamento líquido encolheu 42% frente aos 493 bilhões do período mais crítico, no fim de 2015”
  • imagem acima de InfoMoney

 

MUNDO/POLÍTICA

Secretário de Estado dos EUA pede continuidade de pressões internacionais sobre Coreia do Norte

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo (imagem acima, de AFP), pediu no sábado, à margem da reunião da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean), em Cingapura, que a comunidade internacional mantenha “a pressão diplomática e econômica” sobre a República Democrática do Povo da Coreia (Coreia do Norte, DPRK, na sigla em inglês) até o cumprimento do compromisso de desnuclearização do país

  • a declaração de Pompeo ocorreu após a divulgação de relatório da Organização das Nações Unidas (ONU), segundo o qual a DPRK “não interrompeu seus programas nuclear e de mísseis” e “continua desafiando as resoluções do Conselho de Segurança com um aumento maciço nas transferências ilícitas de produtos derivados do petróleo no mar”

 

Governo dos EUA nega participação em atentado frustrado a presidente da Venezuela

O assessor de segurança dos EUA, John Bolton (imagem acima, de Nossa Rádio USA), declarou no domingo, durante entrevista ao canal de TV Fox, que o governo americano não participou de uma aparente tentativa de atentado contra o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, ocorrida no dia anterior, durante cerimônia militar em Caracas

  • no momento em que o presidente venezuelano discursava, num palanque, ao lado da primeira-dama, Cília Flores, e do ministro da Defesa, general Vladimir Padrino López, foi ouvida uma explosão e o presidente foi retirado do local
  • segundo o ministro do Interior, Néstor Reverol, dois drones, carregados com explosivo plástico C-4, foram desorientados por equipamentos inibidores de sinais e a detonação ocorreu longe do palanque (sete militares ficaram feridos)
  • ainda no sábado, em pronunciamento na TV, Maduro disse que as “evidências apontam para a extrema direita”, aliada a colombianos e que o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, também seria responsável
  • Maduro declarou que alguns envolvidos já estavam presos, que os “financiadores” do ataque vivem na Flórida e que espera “que o presidente Donald Trump esteja disposto a lutar contra grupos terroristas”
  • “Posso afirmar categoricamente que não houve absolutamente nenhuma participação do governo americano no que aconteceu”, disse Bolton à Fox
  • segundo o diário O Estado de S.Paulo, um grupo intitulado “Soldados de Franelas”, composto, aparentemente, por dissidentes militares venezuelanos, reivindicou o ataque (“Nosso objetivo era mandar dois drones com C4 no palco presidencial, mas eles foram abatidos por atiradores de elite”)
  • na noite deste domingo, Reverol disse que o governo prendeu “terroristas e capangas”, sem identificá-los, além de ter apreendido veículos e “provas importantíssimas”

 

Trump reconhece que, em 2016, seu filho encontrou-se com russos para obter informações sobre a candidata democrata Hillary Clinton

O presidente dos EUA, Donald Trump, reconheceu, por meio de mensagem no Twitter, que seu filho, Donald Trump Jr., se encontrou com russos para obter informações sobre a candidata democrata Hillary Clinton durante a campanha eleitoral de 2016

  • “Essa foi uma reunião para obter informações sobre uma adversária, totalmente legal e feito o tempo todo na política – e que não chegou a lugar nenhum”, escreveu o presidente, que completou: “Eu não sabia disso”

 

MUNDO/ECONOMIA

China avisa que poderá taxar entre 5% e 25% importações americanas que chegam a 60 bilhões de dólares

O Ministério do Comércio da China informou, por meio de comunicado emitido na última sexta-feira, que pretende impor tarifas entre 5% e 25% sobre 60 bilhões de dólares em 5.207 produtos importados dos EUA, dependendo das ações de imposição ou não de tarifas pelo governo americano

segundo o texto, “qualquer ameaça ou chantagem unilateral levará apenas à intensificação dos conflitos e prejudicará os interesses de todas as partes”

  • o comunicado afirma que “a China sempre acredita que a consulta em uma base de respeito, igualdade e benefício mútuos é um modo eficaz de resolver diferenças comerciais”
  • imagem acima de Exame

 


Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *